Espiritualidade e dor em pacientes com câncer de mama metastático

Autores

Resumo

Mediante estudo observacional, transversal e quantitativo que utilizou os instrumentos de avaliação Brief Pain Inventory (dor), Functional Assessment of Chronic Illness Therapy Spiritual Well-Being (bem-estar espiritual) e Beck Depression Inventory – Short Form (depressão), busca-se avaliar a influência da espiritualidade e da depressão na percepção de dor de pacientes acometidas por neoplasia de mama metastática. A idade média foi 57,3 anos e, das 30 participantes, 24 (80%) tratavam-se em serviço público; 17 (57%) tinham diagnóstico de câncer de mama há mais de cinco anos; e 27 (90%) realizavam alguma prática religiosa/espiritual. Pacientes com escore de bem-estar espiritual acima da mediana apresentaram menor escore dos sintomas depressivos (3 vs. 6; p=0,021). Não houve diferença significativa em relação à mediana do escore total do bem-estar espiritual quando estratificado pela mediana
da percepção de dor (31,5% vs. 28,5%; p=0,405). Maior manifestação de bem-estar espiritual pode estar relacionada a menores índices de depressão.

Palavras-chave:

Neoplasias da Mama. Metástase Neoplásica. Espiritualidade. Percepção da Dor. Depressão. Cuidados Paliativos na Terminalidade da Vida

Como Citar

1.
Brandes S, Taborda Kemczenski AC, Niespodzinski AP, de Aguiar Cabral Martins Souza AI, Barbieri G, Silva JC, et al. Espiritualidade e dor em pacientes com câncer de mama metastático. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 2º de outubro de 2023 [citado 20º de julho de 2024];31(2). Disponível em: http://www.revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/3262