Bioética e medicina personalizada no envelhecimento: explorando complexidades

Autores

Resumo

A medicina personalizada surgiu como uma abordagem promissora para fornecer tratamentos exclusivos e personalizados para doenças usando ferramentas genômicas. No campo dos estudos do envelhecimento, a medicina personalizada tem grande potencial para transformar o tratamento e a prevenção de doenças associadas à idade e relacionadas à nutrigenômica e à farmacogenômica. No entanto, o uso de dados genômicos na medicina personalizada levanta preocupações bioéticas significativas, incluindo questões como privacidade, consentimento, equidade e potencial uso indevido de dados genômicos para fins discriminatórios. Portanto, é crucial considerar cuidadosamente os aspectos biomédicos, sociais e éticos da medicina personalizada no contexto de condições relacionadas à idade. Esta revisão tem o objetivo de explorar os principais aspectos da medicina personalizada concernentes a doenças relacionadas à idade nos dados farmacogenômicos e nutrigenômicos, abordando as preocupações bioéticas envolvidas no uso desses dados.

Palavras-chave:

envelhecimento, bioética, farmacogenômica, medicina personalizada, nutrigenômica

Como Citar

1.
Almeida PP. Bioética e medicina personalizada no envelhecimento: explorando complexidades. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 2º de outubro de 2023 [citado 9º de dezembro de 2023];31(2). Disponível em: http://www.revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/3588